× SOBRE O 8º FÓRUM O ESPAÇO SP Sistema de Gerenciamento PROGRAMAÇÃO ESPAÇO SP NOTÍCIAS CONTATO

INFORMAÇÕES
(21) 97138-9021

Coordenador de Recursos Hídricos do Estado de São Paulo faz encerramento do evento

sexta, 23 de março de 2018

O Coordenador de Recursos Hídricos/SP, Rui Brasil Assis realizou o fechamento das atividades do estande do Espaço São Paulo na manhã desta sexta-feira. A última atividade do nosso auditório foi o debate “Desafios para a proteção e recuperação das águas urbanas - O caso PCJ”.

O debate foi mediado pelo Diretor Presidente da Agência das Bacias PCJ Sergio Razera, e teve como participantes da mesa Domênico Tremaroli (Gerente da CETESB Campinas), Ivan de Carlos (Coordenador de Análise e Desempenho da SANASA Campinas), e João Demarchi (Coordenador da Câmara Técnica de Conservação e Proteção dos Recursos Naturais dos Comitês PCJ).

Sergio Razera declarou:

“Fechando o evento, aqui no Espaço São Paulo, estou muito feliz, porque nós tivemos aqui momentos importantes, debates de alto nível com grandes participações, com presença de público enorme. Tivemos a presença das crianças em grande quantidade aqui, que foi muito bacana, muito lindo. Nós tivemos interações com as tecnologias aqui no Espaco São Paulo. Enfim, superou todas as espectativas que a gente tinha inicialmente, porque esperávamos que fosse uma coisa menos emocional do que foi.

Eu estou muito feliz, porque aqui vibrou a emoção. É isso que eu saio com essa sensação do Espaço São Paulo, do Fórum Mundial da Água no Brasil. Uma surpresa enorme! A Vila Cidadã surpreendeu sob todos os aspectos, bateu recorde de participação de público e o nosso Espaço São Paulo foi sucesso de público e eu estou muito feliz. “

Razera destacou ainda que o fórum abriu a porta para debates e importantes cooperação internacional:

“Grandes temas, grandes debates, paticularmente, só pra dar uma idéia, eu recebi aqui a delegação de Angola que gostou, que quis conhecer a experiência paulista. Recebi aqui uma entidade da Guatemala, que fez contatos já com a gente, que quer a nossa participação lá, que quer a nossa experiência na Guatemala. Então, por tudo isso, a gente fica feliz da vida e a resenha que a gente pode fazer aqui é que deu tudo certo e que foi tudo muito bom e estamos muito felizes por isso.

O Brasil realmente mostrou que sabe fazer um evento mundial.”

Rui Brasil acrescentou:

“O balanço é extremamente positivo e revigorante, porque esse contato nos energiza. Mostra que nós temos um trabalho consistente, mas de que essa troca, esse intercâmbio com outros Estados,  entre os próprios nossos comitês de bacia e com outros países, ele é altamente positivo, porque também nos permite refletir sobre algumas práticas, alguns procedimentos nossos para cumprir nossa missão que é de preservar, recuperar a água para as futuras gerações terem um ambiente no mínimo igual ao que recebemos.”

PATROCÍNIO

COORDENAÇÃO



REALIZAÇÃO