× SOBRE O 8º FÓRUM O ESPAÇO SP Sistema de Gerenciamento PROGRAMAÇÃO ESPAÇO SP NOTÍCIAS CONTATO

INFORMAÇÕES
(21) 97138-9021

Secretário de Meio Ambiente participa do ciclo de debates do Espaço São Paulo

terça, 20 de março de 2018

O Secretário de Meio Ambiente do Estado de São Paulo, Maurício Brusadin, esteve no Espaço na tarde desta segunda-feira, participando de um debate sobre as políticas hídricas do Estado.

Na sequência, ele teve uma conversa no Espaço VIP do estande com Rui Brasil (Coordenador de Recursos Hídricos do Estado de São Paulo), Eduardo Trani (Secretário Adjunto de Meio-ambiente do Estado de São Paulo), Oswaldo Lucon (Consultor Técnico da Secretaria de Meio-ambiente) e o Vereador da capital do estado pelo PV, Gilberto Natalini.

Brusadin declarou:

“Para nós, do estado de São Paulo, um evento como esse é de suma importância, porque o estado recentemente sofreu as dificuldades de uma crise hídrica. Hoje, uma boa parte do Brasil enfrenta esse problema".

Durante o 8º Fórum Mundial da Água, muito tem sido falado sobre a necessidade de adaptação, e o secretário lembrou da experiência acumulada pelo estado de São Paulo. “Nós vamos ter que começar a nos adaptar, e, se possível, ter atitudes mitigadoras. O conhecimento que o estado acumulou ao enfrentar essa crise nos motivou a dividir essa experiência e ao mesmo tempo aprender com as experiências dos outros estados e dos outros países, uma vez que esse, infelizmente, parece ser um problema concreto, que todos nós devemos enfrentar nas próximas décadas."

O Secretário de Meio Ambiente destacou as iniciativas do governo atual do estado, lembrando que o  Governador Geraldo Alckmin criou um programa de recuperação florestal que se chama "Nascentes". E falou sobre a ideia principal do projeto, que trata da de ampliação da cobertura vegetal. “O Brasil, ano passado, diminuiu a cobertura vegetal. Em São Paulo, mesmo sendo um quarto da população, um terço do PIB, nós conseguimos aumentar 9% da nossa cobertura vegetal. Nós temos 17% do Estado em áreas protegidas, ou seja, as nossas unidades de conservação continuam produzindo água.”

Brusadin lembrou da proteção dos oceanos, destacando que a ONU escolheu este ano para ser dedicado aos oceanos.  “São Paulo já tinha um programa chamado 'Praia Limpa', que esse ano mudou de nome pra discutir a questão das mudanças climáticas e passou a se chamar 'Verão no Clima', cujo principal objetivo é debater e conscientizar a sociedade sobre o plástico jogado no mar e as ilhas de plástico que tem se formado, fazendo se perder, consequentemente,  a biodiversidade marinha”.

 

PATROCÍNIO

COORDENAÇÃO



REALIZAÇÃO